sábado, 27 de junho de 2015

OLHA O PETROFEEEEST... EEEEH... É MENTIRA! AAAAHHHH... MAS PODE SER VERDADE?

Foto: PN Notícias

A depender da fala do prefeito Lourival Simões em entrevista à PETROWEBTV, que cobria o ARRAIÁ SOCIÁ, sim. Na entrevista lançou frases confusas que poderiam facilmente levantar diversas questões como:
É preciso abrir mão de cultura para se garantir contas em dia e funcionalismo público funcionando?
O que é feito, então, de recursos municipais, estaduais e federais voltados para a pasta da cultura?
Além dos próprios recursos da pasta o secretário não capta recursos via editais?
Cidades que realizam eventos culturais de grande porte comprometem o funcionalismo público?

Se cancelar todos os eventos culturais da cidade garantem excelência do serviço público, por que existirem tantos porquês quanto a tal garantia? Vamos a alguns:

Por que Faltou merenda, de novo, nas escolas, prejudicando o ano letivo das crianças?

Por que faltou médico e remédio?

Por que foi entregue merenda vencida na Escola Macambira?

Por que a CESVASF (Centro de Ensino Superior do Vale do São Francisco) fechou as portas do CAMPUS PETROLÂNDIA com a formação de suas últimas duas turmas em licenciatura?

Por que ainda falta água e assistência ao Bairro Nova Esperança?

Entre tantos outros porquês vamos nos ater a um. No momento, PETROFEST. Destacamos a seguinte frase do prefeito na entrevista:

“Levei muita crítica porque acabei com o PETROFEST que era um modelo de festa típica baiana. TALVEZ se as pessoas defendessem que ele ressurgisse com um caráter mais pernambucano, TALVEZ a gente pudesse discutir(...). Cada vez mais a gente tem que valorizar o artista pernambucano, a cultura pernambucana. As pessoas dizem: ‘Lourival não gosta de festa’. Não! Lourival gosta de música. Tem uma grande diferença do que é música e do que é panelada, toque.”

O prefeito apresenta problemas de memória ou má fé, mas nosso blog oferece a chance de auxiliá-lo seja qual for a alternativa. Afirma na entrevista que SE as pessoas defendessem um novo formato de Petrofest ele talvez fosse discutir (bem democrático, hein, prefeito?). Tudo bem. Fim do problema. O BLOG GOTA D’ÁGUA vem lembrar que representações do povo já ofereceram, aprovaram e, inclusive, ouviram o senhor prefeito concordar com um novo formato da festa valorizando outras manifestações artísticas além das baianas que, deixamos claro, é tão rica quanto a pernambucana.
Foi exatamente na data 19 de Setembro de 2013 na elaboração do PPA (Plano Plurianual 2014-2017) na Câmara de Vereadores.
Esse que vos redige, Daniel Filho (feliz coincidência para nós, talvez não tanto para o prefeito) participou, sugeriu completamente o novo formato e foi eleito relator da proposta. UM dos DEZOITO PONTOS (18) sugeridos para intervenção no setor foi justamente esse:

ITEM 2 - RENOVAR O FORMATO DO PETROFEST PARA UM FESTIVAL CULTURAL COM PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA VARIADA DURANTE O DIA, A CONTER:

Stands com oficinas literárias, teatrais, artesanais, cinematográficas e artes plásticas;

Tendas com rodas de discussão, assim como palestras, com poetas e autores, tanto de destaque local quanto nacional;

Exposição de artes plásticas dos artistas locais;

Palcos diversos abrangendo gêneros musicais variados (MPB, ROCK, MÚSICA CLÁSSICA, AXÉ, PAGODE, SAMBA) durante todo o dia;

Um palco principal para atrações de destaque nacional.

Encerrei fazendo uma sugestão de projeto de lei (já existente em diversos municípios) que proibia contratação, com dinheiro público, de grupos musicais cujas composições apresentem teor discriminatório ou pornográfico (a evitar a degradação da imagem da mulher e impedir a sexualização precoce das crianças).
Na época, ao fim de meu relato, ouvi um comentário sarcástico do prefeito quanto a minha sugestão de apresentar ao nosso povo estilos musicais variados e diferentes do pagode e Axé. O prefeito respondeu:

“Daniel, a gente tem que trazer o que o povo gosta. Eu também gosto de MPB, de ROCK, mas, como prefeito, tenho que contratar o que o povo gosta!”

Pela entrevista dada, parece que, ainda bem, o prefeito mudou bastante de opinião. Espera, mas desde esse dia ele não trouxe nem o que o povo gosta nem o que ele gosta... Está confuso.  Mas para que possamos afirmar “AINDA BEM QUE ELE MUDOU!”, e nos atermos a sua última fala, O BLOG GOTA D’ÁGUA sugere uma programação completa para esse novo formato de PETROFEST que o senhor passou a desejar calorosamente ao povo. SEGUE:

NOVO PETROFEST
Três dias de evento com atrações diversificadas, e amplamente divulgadas, durante o dia e a noite.

DURANTE O DIA

Stands com artesanato, culinária, artes plásticas da cidade e região;

Rodas de conversa e palestras com os principais autores pernambucanos contemporâneos. Citando alguns: Jorge Filó, Marcelino Freire, Micheline Verunschk, Josessandro Batista, Tarciso Alves, Ivon Rabêlo, Bruna Raniery, Flávio Magalhães, Cida Pedrosa, Raimundo Carreiro, Lirinha, Marcopolo Guimarães, Jomard Muniz, citando apenas alguns de nosso cenário que poderiam abrir as portas de todos os NOSSOS autores petrolandenses, além, claro, de cativar diversos leitores;

Mostra de cinema pernambucano (clássicos e contemporâneos) com exibição de filmes de mestres como Guel Arraes, Kléber Mendonça Filho, Kátia Mesel, Fernando Monteiro...;

Oficinas de teatro, cinema, artes plásticas, música, artesanato;

Apresentação cultural em palcos alternativos: teatro, dança, música. Com artistas locais e da região, tais como escola de Sanfona de Sertânia, Coco de Arcoverde, além, claro, de apresentações de nossos jovens da Casa das Juventudes, Pankararu, Quilombola, e banda municipal (claro, antes terá que resgatá-la);

NOITE

No palco principal atrações pernambucanas como: LENINE, DEL REY, OTTO, CORDEL DO FOGO ENCANTADO, NAÇÃO ZUMBI, ALCEU VALENÇA, FRED ZERO QUATRO, DEVOTOS, SILVÉRIO PESSOA, GERALDO AZEVEDO, JEAN RAMOS, NANDO CORDEL, entre tantos outros grandes nomes de destaque, com NOSSOS músicos da cidade abrindo o show dessa galera e, assim, garantindo visibilidade, claro, recebendo um bom cachê.

Prefeito, a proposta está aí. Do jeito que você, mui democraticamente, disse que faria se aceitassem discutir. Podemos começar a divulgar e, juntos, mostrar que você não acabou com essa e tantas outras festas por opção individualista?
Podemos divulgar que, mesmo em crise, irá buscar, via editais de captação de recursos para a área, formas de incrementar os recursos municipais que deveriam estar sendo voltados para esse setor, para garantir, ao menos, o resgate dessa festa?
Podemos contar aos nossos artistas petrolandenses que eles terão trabalho e, principalmente, portas abertas ao cenário nacional?
E avisar aos nossos comerciantes que o evento trará de volta o aquecimento da economia e tornarão a obter lucros em todos os setores: turismo, restaurantes, hotelaria, moda...?

Podemos, prefeito, contar com esse PETROFEST até o fim de seu mandato?
Se a resposta for NÃO, prefeito. Repito sua frase a um dos vereadores:
NÃO FAZ ESPUMA!

ABAIXO LINK PARA A MATÉRIA DOS COLEGAS DA PETROWEB TV SOBRE O ARRAIÁ SOCIÁ E O RELATÓRIO, QUE À ÉPOCA PUBLIQUEI EM MINHA REDE SOCIAL, COM OS DEZOITO ITENS VOLTADOS PARA A CULTURA QUE FORAM  APROVADOS E ASSUMIDOS PELO PREFEITO. ATÉ AQUI NENHUM FOI CONTEMPLADO:

https://www.youtube.com/watch?v=aRLcvw002Hs