quinta-feira, 12 de novembro de 2015

FECHAR ESCOLAS PODE NÃO SER EXCLUSIVIDADE APENAS DE TUCANOS

Foto:IG. Ocupação de escolas públicas em São Paulo

A deputada Teresa Leitão (PT), que preside a Comissão de Educação e Cultura da Casa, comunicou à ALEPE na última terça-feira (10) ter recebido denúncias do fechamento parcial ou mesmo total de nove (9) escolas da rede pública estadual de ensino.

Foto: Acervo

Segundo informações seriam três escolas no Recife, três em Petrolina, duas em Barreiros e uma em Camaragibe. Segundo a parlamentar, com isso, a maior parte das unidades de ensino prejudicadas serão as da área rural, lembrando que a Lei Federal nº 9.394/1996 (Lei de Diretrizes e Bases), foi reformulada para exatamente propiciar uma maior atenção à educação no campo. “Educação no campo é hoje uma modalidade formal de educação, por isso a LDB foi alterada”, esclareceu.

ESCOLAS FECHADAS EM SÃO PAULO

Foto: G1

Essa mesma política vem sendo adotada de forma truculenta em São Paulo. Movimentos sociais como o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) decidiram por ocupar, junto à comunidade, as escolas que forem fechadas, cuja resposta veio na forma de repressão policial com reintegração de posse e multas de até R$100.000,00 (cem mil reais) aos ocupantes.
Ainda assim o movimento de ocupação continua crescente. Segundo o site oficial do movimento, somente hoje (12) estudantes, professores e pais ocuparam as escolas Salvador Allende/ZL, Heloisa Assumpção/Osasco, Castro Alves/ZN e a Diretoria de Ensino de americana.

Chegaremos a ver esse triste retrato em Pernambuco?