domingo, 12 de março de 2017

JAIR BOLSONARO POR JAIR BOLSONARO

Imagens: Divulgação


Em tempos de crises políticas, econômicas e sociais profundas, em uma sociedade pouco paciente, a perda de esperança e credibilidade na política acomete a população que fica suscetível a clamar e aceitar “salvadores da pátria”. De preferência algum que personifique um ideal elitista em que poucos chegaram, mas uma grande parcela de necessitados almeje chegar.
A história nos mostra diversos exemplos de como essa equação é perigosa e contribui para a escrita de páginas sombrias para as gerações vindouras.
Hitler, a exemplo, surgiu como salvador de uma Alemanha que passava por grave crise econômica, mote para o estado de direito ser tomado pelo ideal totalitarista.
“Hitler contava com amplo apoio popular e era hábil em falar o que o povo queria ouvir.” Escreveu, em artigo, o advogado Fernando Tibúrcio Peña. Percebe alguma semelhança?
O perfil dos eleitores de Jair Messias Bolsonaro, e família, sempre garantiu vaga para o deputado, seus filhos e cônjuge, no legislativo, nunca precisando se esforçar muito para ser eleito. Bastava falar meia dúzia de frases de efeito contra “as minorias vitimistas” e se envolver em polêmicas. Graças à internet isso mudou. O clã Bolsonaro percebeu a possibilidade de ampliar esse grupo de eleitores, e hoje almejam ocupar o cargo mais importante do país. Mas, para isso, é preciso “envernizar” todas as atitudes e declarações do deputado para vender uma figura mais amável aos desavisados.
Por sorte a mesma internet não nos deixa esquecer e o caro leitor poderá acompanhar aqui no Blog Gota D’Água, periodicamente, a seção JAIR BOLSONARO POR JAIR BOLSONARO, com artigos que mostram quem é Bolsonaro por ele mesmo com todas os fatos postos em fontes de notícias diversas.
Não visamos “converter” os que já optaram pelo lado da direita extremista, menos ainda militantes do deputado, pois esses já escolheram o seu lado e tom de discurso. A seção é destinada a apresenta-lo aos incautos e mostrar como seu perfil influencia o nascimento de tantos outros tão perigosos quanto para nosso estado democrático de direito.
O primeiro tema a abrir a seção está relacionado a seu posicionamento contra a lei do desarmamento:

BOLSONARO DEFENDE PORTE DE ARMA PARA O CIDADÃO DE BEM?

Nem sempre. Por exemplo, quando ele se sente ameaçado passa a ser contra. Pego em flagrante pescando em uma reserva ambiental protegida pelo IBAMA, o deputado lançou um projeto de lei que proíbe o porte de arma por fiscais ambientais. Então fiscais em serviço não são cidadãos de bem? Ainda sobre o mesmo fato o “honesto” deputado foi multado em R$10.000,00 pelo flagrante. Segue o link de O GLOBO e da própria câmara com o referido PL:



Primeiro mito do “mito” derrubado.

Na próxima analisaremos se é verdade que o pré-candidato não é racista.


3 comentários:

  1. Excelente iniciativa, até didática. Adorei o tema! Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos a participação e o apoio

    ResponderExcluir
  3. Mentiroso esse post. A esquerda está desesperada mesmo, hein? O cara estava ao mesmo tempo colocando o dedo no passe eletrônico da câmara e por isso foi arquivado o processo. Ele foi contra o porte de arma desses funcionários do Ibama porque negaram também antes o porte dos agentes penitenciários. Então ele propôs que retirassem também dos agentes do Ibama. Caluniar é fácil. Quero ver debater com ele.

    ResponderExcluir