sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

FINALMENTE. PETROLÂNDIA TEM COLETA SELETIVA (PARCIALMENTE)

Imagens: Arquivo


Uma luta de anos travada por ONG e associações como ARBIO, ASPRIN, CAATINGUEIRAS, entre outros, começa a ver resultado. O município de Petrolândia passa a oferecer coleta seletiva do lixo reciclável. A iniciativa traz alívio ambiental e social, pois reduz o impacto e esgotamento do aterro sanitário, além de gerar renda, direta e indireta, a famílias com as associações de reciclagem.

Confira aqui o dia em que a
coleta acontece em sua quadra

Cabe agora à população em casa fazer a devida separação do lixo seco (recicláveis: papel, metal, plástico, vidro) e lixo úmido (não recicláveis: restos de comida, fraldas e absorventes, folhagens, papel sujo) e ficar atenta ao calendário de coleta seletiva que é diferenciada da comum.

E A ÁREA RURAL?

As agrovilas e assentamentos necessitam desses serviços com a mesma urgência. Um calendário de coleta seletiva para á área rural, assim como a destinação dos recicláveis para a Associação Comunitária dos Produtores do Projeto Icó Mandantes (ASPRIN), coordenado pela moradora Valda, favorece o município como um todo.

Valda, coordenadora da ASPRIN

A associação hoje precisa do simples apoio de uma máquina prensa e desse mesmo serviço de coleta para continuar gerando renda à dezenas de famílias moradoras do perímetro. Para saber mais sobre a ASPRIN, clique no link ao final da matéria.

MATÉRIA RELACIONADA