quinta-feira, 23 de março de 2017

EM PETROLÂNDIA PALESTRA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Charge: Amarildo
Amanhã (24), na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), em Petrolândia, a partir das 19h00min, acontecerá uma palestra sobre a Reforma da Previdência e suas consequências, caso seja aprovada.
O palestrante será Edeildo de Araújo Silva Filho, secretário para assuntos do interior do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE).
A coordenadoria regional do SINTEPE e diretorias do sindicato rural, dos servidores municipais (SINSEMP), convidam prefeito, vereadores e população para esclarecer e debater sobre a construção da audiência pública.  

CAMPANHA SALARIAL 2017 DOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL

Imagens: Daniel Filho

A Pauta de Reivindicação da Campanha Salarial Educacional 2017, da rede estadual de Pernambuco, foi construída pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE) em conjunto com a categoria no dia 22 de fevereiro durante Assembleia Geral. O documento foi encaminhado ao governo no dia 8 de março que tem trinta dias para dar sua resposta a ser avaliada, novamente em assembleia geral, pel@s profissionais de educação de Pernambuco que poderão, a depender das negociações, retomar a greve.
Ao todo são 38 pontos. O Blog Gota D’Água publica na íntegra. Conheça:

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL, JORNADA E CARREIRA

1. Reajuste de 7,64%, retroativo a 1º de janeiro deste ano, conforme a Lei nº 11.738/2008. O reajuste deve ser extensivo para toda a categoria (Professores, Administrativos e Analistas) e implantado na Classe I/ Faixa Salarial A das respectivas matrizes de vencimento, considerando o Plano de Cargos e Carreira.

2. Considerar como vencimento do Professor de contrato por tempo determinado o valor da Classe I / Faixa salarial A / Matriz de graduação.

3. Restabelecer o interstício de 32% entre o nível médio e o nível superior.

4. Cumprimento da promessa de campanha do Governador de dobrar o salário do professor.

5. Concluir a reformulação do Plano de Cargos e Carreira, contemplando também o Profuncionário.

6. Recuperação das perdas salariais ocorrido para professores/as no ano 2015 e 2016.

7. Anistia para os processos de Isonomia Salarial.

8. Reajuste do vale-alimentação de acordo com o percentual indicado pelo Fórum dos Servidores do Estado, extensivo para os contratos por tempo Determinado.

9. Substituir turmas do programa Travessia por turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

10. Estender aos Professores, Analistas e Administrativos a gratificação de eficiência.

11. Convocação imediata dos aprovados no último concurso para a SEE e novo concurso Público para os segmentos da Educação Pública Estadual, abrangendo Analistas, Administrativos e Professores de todos os componentes curriculares.

12. Pagamento imediato dos passivos retidos pelo Governo.

13. Incorporar a gratificação das Escolas de Referência no ato da aposentadoria.

14. Liberação dos professores lotados em Escolas de Referência para gozo de licença-prêmio e afastamento para cursos sem prejuízo financeiro.

15. Implementar a gratificação de periculosidade e insalubridade para os trabalhadores de educação que atuam nas unidades prisionais.

16.  Ampliar, desde que seja do interesse do Servidor (por adesão), a carga horária (6 horas para 8 horas diárias) de funcionários Administrativos e Analistas Educacionais.

17. Incorporar ao vencimento do Funcionário Administrativo o “código 207” desde que o tenha recebido a qualquer tempo.

18. Imediato pagamento das ações referentes ao antigo IPSEP.

19. Suporte Técnico para atividades burocráticas e pedagógicas desenvolvida pelo professor.

SAÚDE DO TRABALHADOR E TRABALHADORA

20. Aporte financeiro governamental para zerar a dívida ativa do SASSEPE.

21. Concurso Público para profissionais da saúde para atendimento no Hospital do Servidor/a do Estado. Com ampliação da rede própria e credenciada do SASSEPE (clínicas, laboratórios e hospitais), em todo o estado de Pernambuco.

22. Igualar o repasse de subsídio do governo para o SASSEPE com a contribuição dos/as servidores/as do Estado.

23. Interiorização da junta médica.

FORMAÇÃO CONTINUADA

24. Política de Formação permanente para os Trabalhadores/as em Educação, por área de conhecimento, nos locais de trabalho.

25. Retomar política de e pós-graduação lato senso (especialização) e Strictu Senso (Mestrado e Doutorado). 26. Garantia de formação nas áreas de Educação no Campo e da Educação Inclusiva.

CONDIÇÃO DE TRABALHO

27. Comissão de trabalho para solucionar as problemáticas nas unidades escolares e na Biblioteca Pública do Estado. Assim como, propor melhorias no ambiente de trabalho, nos recursos pedagógicos e nas metodologias laborais utilizadas nas unidades escolares.

28. Retomar a carga horária de duas (02) aulas semanais para Educação Física.

29. Quantidade de estudantes por turma, de acordo com o Plano Nacional de Educação (PNE).

30. Vale-Transporte em pecúnia (opcional).

31. Carga horária de acordo com a legislação.

32. Correção no valor da gratificação de locomoção e de difícil acesso e extensão para os Contratos por Tempo Determinado.

GESTÃO DEMOCRÁTICA

33. Fortalecimento da Gestão Democrática com eleição Direta para Gestores Escolares, Adjuntos e Secretários e fortalecimento dos Conselhos Escolares.

EDUCAÇÃO ESPECIAL

34. Formação continuada dos/as Profissionais que atuam nessa área.

35. Suporte Pedagógico para as Escolas que trabalham com esse segmento.

36. Organizar as salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE) pautadas nas Diretrizes Nacionais.

POLÍTICA EDUCACIONAL

37. Não ao Trabalho de Conclusão de Curso obrigatório no Ensino Fundamental e no Ensino Médio.

SINDICAL


38. Anistia das multas em decorrência das greves.


O FUTEBOL NORDESTINO DEBATIDO DE FORMA DESCONTRAÍDA - CONHEÇA O BÃE DE CUIA


O Podcast Bãe de Cuia surge com intuito de proporcionar à nossa região um programa que valorize o futebol nordestino, respeitando sua cultura, suas histórias e características tão peculiares do nosso povo. O programa é realizado semanalmente, com o comando de Airton Magalhães, Pedro Henrique e Ricardo Alex, onde acontece sempre com debates descontraídos sobre as competições das quais os clubes nordestinos estão participando.

Futebol solidário do podcastImagem: Airton Magalhães

Os apresentadores discutem, principalmente, a Copa do Nordeste, maior competição regional do país e que tem por sua cultura a paixão do torcedor nordestino. O Podcast Bãe de Cuia pode ser acompanhado em vários aplicativos disponíveis na Play Store, como por exemplo o SoundCloud, Cast Box e Podcast Adcity, além de vários aplicativos de áudio, o programa também está à disposição  no Itunes para quem quiser acompanhar.
Segue a baixo o link do Podcast.




quarta-feira, 22 de março de 2017

PRIMEIRO A GENTE TIRA DIREITOS TRABALHISTAS, DEPOIS A PREVIDÊNCIA

Imagem: Brasil 247


Sob a presidência de Rodrigo Maia (DEM-RJ), a Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (22) o projeto de lei que regulamenta a terceirização no Brasil, permitindo que ela seja praticada na atividade-meio e na atividade-fim.
Deputados da base de Michel Temer argumentavam no plenário que o projeto criaria empregos, enquanto os da oposição protestavam, alegando que o projeto retira direitos históricos conquistados pelos trabalhadores.
O texto precariza de vez o mercado de trabalho no Brasil, permitindo que todas as atividades de uma empresa sejam terceirizadas, inclusive a principal. Numa escola, por exemplo, até os professores poderão ser contratados de forma terceirizada.
Com isso, patrões poderão contratar seus funcionários sem garantias como férias, décimo-terceiro, licença-maternidade, abono salarial e outros direitos trabalhistas. O trabalho temporário também foi ampliado de 3 para 9 meses.
Na primeira votação, com 275 votos a 28 e 46 abstenções, foi rejeitado dispositivo do texto do Senado e mantido trecho da redação da Câmara, sobre trabalho temporário, para deixar claro que essa modalidade poderá ser usada nas atividades-fim e nas atividades-meio da empresa.
Na segunda votação, 231 deputados aprovam o texto-base do projeto de lei, contra 188 que votaram "não" e 8 abstenções. O projeto foi apresentado durante o governo FHC e já foi aprovado pelo Senado, portanto segue agora, após as votações dos destaques, apenas para a sanção de Michel Temer.



VEZ E VOZ DO LEITOR: JADILSON FERRAZ

Imagens enviadas por Whatsapp

Em vídeo compartilhado pela rede social Whatsapp, o empresário Jadilson Ferraz denuncia as péssimas condições da rede de esgoto da cidade de Petrolândia:

“Se você tiver dinheiro e condições de botar gente pra trabalhar para fazer um esgoto seu e ainda ter um vizinho que concorde com a obra, ainda tem solução, mas de resto é jogar o esgoto na rua para ver se o prefeito toma alguma solução. Cadê o bem estar social? Foi esse o presente que deixaram pra Petrolândia.
Um dos grandes problemas da construção da cidade de Petrolândia, há trinta anos, foi terem feito saneamento com manilha de barro de cem milímetros para uma cidade que hoje tem mais de trinta e cinco mil habitantes. Dentro dos quintais de casa é tudo assim, com ‘cano de cem’, a gente não sabe pra onde vai. Todo mundo sofre.
Eu mesmo já tive que fechar um esgoto porque estourava sempre em minha casa e acabou por incomodar outros vizinhos que tiveram que se virar de outra forma. Foi o presente que a gente ganhou dos prefeitos.
Desde meus 17 anos que sempre acompanhei e falei com todos os prefeitos dessa cidade, nenhum fez nada, alegando sabe-se lá o que.
A gente sabe que foi corrupção, é a palavra certa. Todos eles, sem exceção, optaram por não fazer ‘obra enterrada’ porque não dá voto e aí a gente fica nessa peleja. Pode ser que fiquem com raiva de mim, que me persigam, mas isso é injusto, uma vergonha...
É preciso muito protesto, mobilização, ter uma audiência pública para que Petrolândia possa ter uma rede de esgoto de qualidade...”

Declarou o empresário em vídeos. O Blog Gota D’Água compartilha do mesmo pensamento e indignação quanto à problemática que tantas vezes já foi tema em nosso Blog e página.

Aguardamos posicionamento tanto do legislativo quanto executivo do município.

video

terça-feira, 21 de março de 2017

PREFEITURA DE PETROLÂNDIA-PE FIRMA PARCERIA COM ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA



O prefeito Ricardo Rodolfo de Petrolândia-PE, esteve nesta segunda-feira (20) reunido para firmar parceria com o PROJETO UNIÃO FUTSAL COMUNITÁRIO e resolveu conceder apoio dando oportunidade a estudantes e comunidade em geral para a prática de escolinhas esportivas na modalidade de futsal, num projeto que visa a formação de equipes de iniciação desportiva nesta modalidade, visando à participação em diversos eventos esportivos em diversas categorias. O UNIÃO FUTSAL COMUNITÁRIO é um projeto de ação prática que traz o Futsal como instrumento transformador de comunidades em situação de vulnerabilidade social.

Alunos-atletas, os professores Ivan Ferreira, Thiago Ferreira e o Diretor de Esporte do Município Zé Epifânio estiveram juntos neste encontro tão esperado e logo após, o prefeito agradeceu a todos, parabenizando a equipe da organização na pessoa do idealizador e coordenador do projeto social, o Prof. George Novaes pelo esforço de toda sua equipe por manter viva a esperança e os esforços pela Inclusão Social.  O prefeito deixou explícito que não medirá esforços para apoiar e incentivar o esporte, pois, reconhece o seu valor social e transformador, assim como outros projetos de iniciativa popular. Garantiu corrigir problemas existentes nos espaços públicos de esporte e lazer, renovar a iluminação de quadras e pintura de pisos, e dar apoio aos campeonatos e torneios, e a realização do Campeonato Municipal 2017, dizendo que fará o maior campeonato de futsal já realizado, “vamos realizar um grande evento este ano”, completou o prefeito.
O UNIÃO FUTSAL COMUNITÁRIO quer proporcionar aos estudantes a prática do futsal, de forma recreativa e competitiva, desenvolvendo através da prática esportiva, uma consciência participativa, cooperativa e solidária, podendo oportunizar através da inclusão social, os estudantes carentes da nossa região, a prática de uma modalidade competitiva, participar de campeonatos e torneios na região e no Estado, ensinando para esses praticantes como proceder ao escolherem seguir o caminho do esporte de rendimento, educando e preparando homens para um futuro dentro de esporte, que muitas vezes é o sonho e que morrem por falta de conhecimento e preparo para o nível mais alto das modalidades.

Os trabalhos que já se iniciam nesta quarta-feira (22), terão como novo espaço o Ginásio Municipal de Esporte. Também ficou definido a realização do Iº FÓRUM ESPORTIVO DE PETROLÂNDIA previsto para o mês de abril, ponto fundamental para que seja criada uma nova política para os desportos na cidade.


sábado, 18 de março de 2017

CEMITÉRIO DOS APOSENTADOS DE TEMER É INAUGURADO NO RECIFE

Foto: Daniel Filho
Na tarde desta sexta-feira (17), as professoras e professores de Pernambuco, junto com movimentos sociais, realizaram um Ato Público em Defesa do Piso Nacional do Magistério e Contra a Reforma da Previdência na Praça do Derby, centro do Recife. Cerca de 2 mil pessoas, vestidas de preto como símbolo de luto, participaram do momento, que contou com a inauguração da Colônia de Férias dos/as Aposentados/as de Temer.
Foto: Daniel Filho
O ato teve início na frente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE), passando pela Conde da Boa Vista e Avenida Agamenon, até chegar na Praça do Derby, onde houve a inauguração da Colônia de Férias, que, na verdade, trata-se de um grande cemitério. Magna Moura, da secretaria de comunicação do SINTEPE, explica que o ato tem caráter lúdico e usa da ironia para dialogar com as pessoas sobre as grandes perdas para as trabalhadoras e trabalhadores, caso a reforma da Previdência seja aprovada. Petrolândia e a Regional Submédio São Francisco/Floresta estavam representadas pelos professores(as): Daniel Filho (EREM Jatobá), Marluce Generoza Sandes, José Vilarim, Percival e Josélia Gomes.
Representantes da Regional Floresta
Durante o percurso do ato, uma encenação teatral foi realizada. “Montamos um cenário de um cemitério, onde as lápides representam as categorias que vão sofrer mais com esse ataque aos direitos. Da forma como está proposta essa reforma, a categoria dos professores, por exemplo, não irá receber a aposentadoria integral nunca. Pelo tempo mínimo de contribuição que foi colocado, vamos dar entrada na aposentadoria quando já estivermos enterradas”, explica Magna. Ela conta que a encenação possibilitou que as pessoas que passavam pelo local pudessem participar junto e entender o que de fato se perde com essa reforma.
Foto: Daniel Filho
Outra reinvindicação do ato desta sexta-feira foi o pagamento do Piso Nacional do Magistério de 2017 para as professoras e professores de Pernambuco que não está sendo cumprido. “O Piso Nacional para 2017 não está sendo pago em vários municípios de Pernambuco. Por isso, professoras e professores de várias cidades vieram hoje para cá para denunciar tal situação”, observa Magna.

Informações: Daniel Filho (SINTEPE) / Monyse Ravena (Brasil de Fato)


Foto: Daniel Filho
Foto: Daniel Filho
Foto: Daniel Filho
Foto: Daniel Filho
Foto: Daniel Filho
Foto: Daniel Filho
Foto: Daniel Filho 
Foto: Daniel Filho