domingo, 12 de julho de 2020

NAS REDES SOCIAIS VÍDEO DE SENHOR AGONIZANDO À ESPERA DE RESPIRADOR VIRALIZA EM PETROLÂNDIA

Imagem: Arquivo

Circula nas redes sociais vídeo em que um paciente, o senhor José Manoel, agoniza no Hospital Francisco Simões de Lima, com dificuldades respiratórias, enquanto espera um respirador ou ambulância para transferência.
“Esse senhor está internado com suspeita de Covid, fez o exame e está aguardando confirmação. Passou mal ontem (11) de manhã. Circularam com ele pelos corredores do hospital para a sala de reanimação no pronto-socorro, depois voltaram com ele para o Bloco E.” declarou uma profissional de saúde que prefere não se identificar. O Bloco E é o setor exclusivo para pacientes com Covid que, em live, a secretaria de saúde afirmou estar isolada para evitar cruzamento entre pacientes e equipe.
Segundo atualizações o paciente ainda aguarda vaga em UTI para transferência.

sexta-feira, 10 de julho de 2020

BLOG GOTA D’ÁGUA E CANAL DA GOTA NAS REDES SOCIAIS

Arte: Daniel Filho


A família Gota d’água está nas redes sociais e você faz parte dessa família.
Sugestão de pauta, denúncia, comentários... Você nos ajuda a construir os conteúdos do Blog Gota D’Água e Canal da Gota.
Siga-nos nas redes sociais:

Facebook

Instagram:

Whatsapp (grupos):


Blog:

Canal:




EM PETROLÂNDIA PROFISSIONAIS DA SAÚDE RECEBEM 10% DE ADICIONAL POR INSALUBRIDADE QUANDO DEVERIAM RECEBER 40

Imagem: Sindicato Profissional dos Auxiliares e
Técnicos em Enfermagem de Pernambuco


Na linha de frente da batalha contra o coronavírus, os profissionais de saúde têm colocado a vida em risco para cuidar de pacientes suspeitos e confirmados de Covid-19, lindando, ainda, com jornadas exaustivas de trabalho e falta de equipamentos de proteção.
O Projeto de Lei 744/20, de autoria dos deputados petistas José Ricardo (PT/AM) e Carlos Veras (PT/PE), garante o pagamento de adicional de insalubridade de 40%, calculado sobre o salário, a trabalhadores da saúde pública da União, estados e municípios e também do setor privado. Caso o profissional já receba algum adicional de insalubridade em percentual menor, o projeto amplia o percentual para o máximo previsto (40%).
No entanto o Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco denunciou que os profissionais de Saúde, da linha de frente no combate ao novo coronavírus, não receberam a gratificação por insalubridade nos hospitais do Estado.
No município de Petrolândia a situação é ainda pior, os profissionais recebem um dos mais baixos percentuais da região: 10%.
Profissionais fazem mobilização para reivindicar o que é de direito, a prefeitura, mesmo tendo recebido recursos da União para serem investidos no combate ao COVID, alega ter ultrapassado o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal de gastos com servidores para não reajustar o valor.

TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM SÃO OS MAIS INFECTADOS POR CORONAVÍRUS EM PERNAMBUCO



São 4.267 trabalhadores desse setor que pegaram a Covid-19 e representam 25,9% do total de testes positivos de profissionais de saúde.
Em segundo lugar vêm os enfermeiros seguidos por biomédicos, que tiveram 1.322 testes positivos, representando 8% dos exames feitos, e, em quarto lugar, estão os médicos: sendo 1.201 profissionais, 7,3% do total testado. 

Fonte: G1


quinta-feira, 9 de julho de 2020

DEPOIMENTO REVELA O DESCASO COM PROFISSIONAIS DA SAÚDE DURANTE A PANDEMIA EM PETROLÂNDIA

Imagem: Arquivo pessoal


Rosineide da Silva e Ronaldo Santos, técnicos em enfermagem no Hospital Francisco Simões em Petrolândia, venceram o COVID, mas no lugar de flores, homenagens e aplausos receberam da gestão e coordenação o descaso, como declarou a profissional:
“A gente fica triste, pois temos uma gestora que é da saúde, uma secretária que é da saúde, então são pessoas que sabem da situação que sofremos, mas ignoram...fazem lives que mostram tudo funcionando bonitinho, mas negam até nosso direito de insalubridade.”
Ontem (8) o Canal da Gota realizou uma live com a técnica em enfermagem, Rosineide Maria da Silva, que desnudou como são tratados profissionais da saúde e pacientes em meio à pandemia. Dias antes o canal apresentou uma live sobre “Mulheres na Pandemia”, onde a prefeita Janielma Souza pode mostrar sua versão do funcionamento da coordenação da saúde no município, ontem foi a vez de ouvir outra versão.
Falta de transparência no método e critério para testagem de profissionais da saúde, assim como do monitoramento de casos suspeitos. Rosineide viu o marido adquirir todos os sintomas da doença e ter seu exame negado sem motivo.
“Precisei fazer em Tacaratu, cidade onde moro (...) um total constrangimento, chorei muito.” O teste de Rosineide deu positivo. Sobre o risco de ter sido por dias, sem saber, vetor de transmissão ela diz: “Posso ter até sido eu que contaminei meu marido...mas se eu contaminei alguém foi na inocência, não foi culpa minha.”
Rosineide ainda falou das condições de trabalho, como reutilização de EPI descartável, salário mínimo e apenas 10% de insalubridade (quando já deveriam receber 30%):
“Veio esse dinheiro para o município tratar da COVID, mais de três milhões, mas eu já soube que não vamos receber o aumento na insalubridade...que pelo menos usem para remédios, equipamentos...”

Campanha iniciada nas redes sociais
depois da entrevista

Durante a live dezenas de profissionais expressaram suas experiências e declararam seu apoio à coragem da colega:

​“Veio verba para investir por causa da pandemia, a gestão alega que houve perda de receita no município, infelizmente não existe verba para pagar 40% aos profissionais de enfermagem.”

“Final de semana e feriado a vigilância epidemiológica não funciona, se chegar pacientes suspeitos e precisar fazer coleta pra exames só é feito em dias úteis.”

“Estamos trabalhando num setor altamente de risco e não somos reconhecidos pela gestão, o que custa recebermos uma insalubridade decente?”

“Em Paulo Afonso, alguns profissionais da sala de parto testaram positivo. Imediatamente chamaram os outros profissionais para fazer o teste. Petrolândia deveria fazer o mesmo.”

​“É lamentável os relatos e louvável a sua coragem, Rosineide! Enquanto as categorias não se unirem, independente de governo, o descaso vai continuar! Valorizemos quem está dando a vida por todos!”

Foram algumas das centenas de interações durante a entrevista.
Hoje campanhas nas redes surgiram em defesa de todas e todos os profissionais da saúde: “Cobriram nossa boca, mas não vão nos calar: Insalubridade Já!”, #SosPetrolândia, #SomosTodosRosineide, #NãoVãoNosCalar foram algumas das palavras de ordem e hashtags lançadas.
Tanto a prefeitura quanto a secretaria de saúde tem o espaço aberto para direito de resposta.
Se você ainda não assistiu, assista clicando no link:




segunda-feira, 6 de julho de 2020

CORONAVÍRUS PODE SER TRANSMITIDO PELO AR

Imagem: reprodução



Grupo de 239 cientistas de 32 países afirma que partículas do novo coronavírus permanecem no ar em ambientes fechados, sendo capazes de infectar as pessoas, informou reportagem do jornal The New York Times. A OMS (Organização Mundial da Saúde), no entanto, mantém a posição de que coronavírus se espalha principalmente por grandes gotículas respiratórias, expelidas por pessoas infectadas em tosses e espirros. Um estudo publicado em maio pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Guangzhou, na China, levantou o debate sobre qual a distância que o vírus se espalha no ar qual o papel que ambientes fechados e mal ventilados têm na transmissão.
Em uma carta aberta à OMS, segundo o jornal, o grupo de pesquisadores descreve as evidências que mostram que partículas menores podem infectar pessoas e pedem uma revisão das recomendações. Eles planejam publicar a carta em uma revista científica na próxima semana. Segundo a reportagem, se a transmissão aérea for um fator significativo, especialmente em ambientes com pouca ventilação, significaria que locais como escolas e empresas precisaram apostar em bons sistemas de ventilação e filtros de ar poderosos para retomar as atividades, além do uso de máscaras. Luzes ultravioletas para matar partículas virais flutuando em pequenas gotículas nesses espaços também poderiam ser utilizados.
Em entrevista ao jornal americano The New York Times, cientistas e consultores da OMS disseram que a OMS, apesar das boas intenções, está fora de sintonia com a ciência e que, principalmente, seu comitê de prevenção e controle de infecções é lento na atualização de orientações e está vinculado a uma visão rígida e excessivamente médica das evidências científicas.

Fonte: Uol

BOLSONARO APRESENTA SINTOMAS DE COVID-19

Imagem: reprodução


O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira (6) que realizou um novo teste de covid-19.  De acordo com a CNNBrasil, o presidente teve sintomas da doença.
Segundo a emissora, Bolsonaro está com 38°C de febre e 96% de oxigenação. O resulto do teste sai amanhã, por volta do meio-dia.
“Eu vim agora do hospital, fiz uma ‘chapa’ de pulmão. Tá tudo limpo. Fiz exame do covid agora há pouco, mas tá tudo bem”, afirmou ele a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.