terça-feira, 23 de abril de 2019

LULA TEM REDUÇÃO DE PENA E PODERÁ SER SOLTO EM SETEMBRO


 

Imagem: Reprodução



A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (23) manter a condenação, mas reduzir a pena imposta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex no Guarujá.
Atualmente, Lula cumpre pena em regime fechado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Pela lei, após cumprir um sexto da pena pode progredir para o semiaberto.
Se considerada a pena fixada pela Quinta Turma nesta terça, Lula terá que cumprir 17 meses para ir para o semiaberto. Como já cumpriu cerca de 13 meses, faltariam quatro e poderá ser solto já em Setembro. A leitura na prisão pode contribuir para reduzir ainda mais os dias de punição.

AMANHÃ, EM FLORESTA, PLENÁRIA SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA



Amanhã (24) acontece na Câmara de Vereadores de Floresta (PE), a partir das 14h00min, plenária regional sobre a reforma da previdência. Com a participação das palestrantes Ivete Caetano (Diretora do SINTEPE) e Jaqueline Natal (DIEESE).
A atividade é aberta à comunidade.

PETROLÂNDIA

Haverá transporte disponível para quem se interessa em participar. Saída às 13h00min em frente à praça da matriz.


domingo, 21 de abril de 2019

ESCOLAS ESTADUAIS DE PETROLÂNDIA CLIMATIZADAS ATÉ 2020

Dep. Teresa Leitão e Daniel Filho

Em visita à capital pernambucana, o presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Petrolândia e Coordenador Regional do SINTEPE, Daniel Filho, solicitou à deputada estadual Teresa Leitão recursos para climatização de todas as salas de aula das escolas da rede estadual de ensino de Petrolândia. A deputada acatou o pedido e a destinação de recursos iniciará em 2020. Confira a nota:

Hoje (20) levamos para a deputada estadual Teresa Leitão (PT) duas necessidades de nosso município: climatização de nossas escolas e acordos de convênios entre o SASSEPE e clínicas de nosso município.
Tivemos a garantia da destinação de recursos, via emenda parlamentar, para reestruturação das redes elétricas e climatização de todas as salas de aula estaduais no município de Petrolândia ano que vem (2020).
Para convênios haverá estudos, negociação e interesse por parte de nossas clínicas para adesão ao sistema SASSEPE.
Duas grandes conquistas que atenderão diretamente nossa comunidade escolar como um todo (estudantes, pais, profissionais da educação).
Por uma educação que liberta seguimos na luta.






Informações: Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Petrolândia.

terça-feira, 16 de abril de 2019

PARTICIPE DO PROGRAMA ESTÁGIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS 2019



O mandato do deputado federal Carlos Veras (PT/PE) torna público processo para participação no Programa Estágio-Visita de Curta Duração da Câmara dos Deputados 2019, que possibilita a estudantes universitários e de pós-graduação vivenciar o dia a dia dos parlamentares e conhecer melhor o funcionamento do processo legislativo.
A inscrição ocorre por indicação de um parlamentar. A fim de tornar o processo mais democrático e ampliar a possibilidade de acesso ao programa, o deputado federal Carlos Veras optou por tornar pública a seleção.
Serão 2 (duas) vagas destinadas a estudantes universitários e/ou de pós-graduação devidamente matriculados em instituições de ensino superior de Pernambuco, com renda familiar mensal não superior a R$ 2.000,00.

Para mais detalhes, abra o arquivo (PDF) com o edital completo:

NADA DE CONCURSO PÚBLICO EM 2020

Imagem: El País/reprodução


O Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviado pelo governo Bolsonaro ao Congresso referente a 2020 determina que não haja concurso público e não tenha reajuste salarial para servidores (à exceção dos militares).
O secretário adjunto da Fazenda, Esteves Colnago, confirma: “A premissa neste momento é a não realização de concurso público”.


CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÃO ASSOCIAÇÃO IRMÃ DOROTHY



A comissão Eleitoral da Associação Irmã Dorothy, localizada no município de Tacaratu, com o CNPJ: 13.601.504/0001-09, conforme regulamento, convoca todos os moradores para a eleição da Associação no dia 28 de Abril de 2019, das 08h00min às 14h00min, no assentamento Antônio Conselheiro II, Agrovila I. Inscrições de chapas deverão ser até cinco dias antes, até às 18h00min, junto à comissão.

Informações enviadas pelo presidente Vilmar José de Jesus

            

segunda-feira, 15 de abril de 2019

PROFESSORA DETIDA EM GOIÁS MOSTRA O CLIMA DE PERSEGUIÇÃO QUE RONDA O BRASIL

Imagem: BDF/reprodução



A professora Camila Marques, diretora do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), foi detida na manhã desta segunda-feira (15) após uma operação da Polícia Civil dentro do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG).
Marques é docente no campus Águas Lindas, cidade localizada a 54 quilômetros de Brasília (DF). Ela foi encaminhada ao 1º Distrito Policial do município por desacato à autoridade e liberada por volta das 13h.
A professora conta que foi agredida e detida após tentar filmar uma operação policial dentro do campus. Segundo ela, a ação ocorreu após uma denúncia de que ocorreria, no Instituto, um atentado como o Massacre de Suzano, em que dez pessoas foram mortas em um ataque a uma escola no estado de São Paulo.
Além de Marques, três estudantes, que também já estão liberados, foram encaminhados para a Delegacia de Proteção de Crianças e Adolescentes, por suspeita de atentado. Ela detalha o ocorrido: "Tomaram meu celular, me algemaram. E além desses alunos que estavam sendo conduzidos, vários outros alunos [estavam] vendo a situação. Fui algemada e agredida na frente deles. Me colocaram na viatura e me conduziram", conta.
Ainda segundo o relato da professora, as viaturas que conduziram ela e os estudantes à delegacia eram dois carros descaracterizados. "Lá, eles, truculentos, disseram que eu seria tratada do jeito que eu merecia. Me mandavam calar a boca e eu falando que eu queria ter acesso a advogados. Chegando na delegacia, me colocaram em um lugar e os alunos, em outro", conta. A professora foi liberada e encaminhada ao hospital para fazer exame de corpo delito.
Marques disse que todos os estudantes detidos na operação têm trabalhos junto a movimentos populares e organizações de esquerda. Por isso, acredita que o episódio tenha sido uma tentativa de retaliação.
“Me causou muito estranhamento que [os detidos] são alunos que participam do movimento social, do movimento negro; também acabamos de ter um ato contra feminicídios que ocorreu em Águas Lindas. E uma das meninas estava à frente do ato. São alunos militantes, que participam da aula. São excelentes alunos. Não faz sentido dizer que esses alunos estariam envolvidos em um atentado terrorista.”
Ela afirma ainda que o fato reflete perseguições que já estão ocorrendo dentro da instituição.
O Sinasefe prestou solidariedade à professora, segundo o sindicato, “uma lutadora aguerrida e sempre pronta a defender os direitos dos trabalhadores”.
Em nota, a Reitoria do IFG informou que a presença de policiais está relacionada a uma investigação em andamento sobre uma suposta articulação de pessoas para realização de grave atentado contra o campus Águas Lindas, “o que colocaria em risco a vida de estudantes e de servidores no decorrer desta semana”, durante as comemorações do aniversário do campus.
“A Reitoria do IFG está apurando os fatos relacionados à condução de integrantes da comunidade acadêmica à delegacia, seguida de liberação, e tomará as providências cabíveis no âmbito da administração pública. Por fim, a Reitoria reafirma sua posição em defesa da integridade física, da liberdade, da pluralidade de pensamento dos professores, dos técnico-administrativos e dos estudantes”, diz o texto.