terça-feira, 17 de novembro de 2015

COMO SE CONJUGA A POSTURA DE UM PROFESSOR?


Os verbos SER e ESTAR. O primeiro denota permanência, enquanto o segundo ilustra a passagem. Partindo dessa premissa revisemos nossos conceitos. Quantos de nós, profissionais da educação, SOMOS ou ESTAMOS professores?
É da deputada Teresa Leitão o desenho de dois tipos de professores: Aquele dinâmico em suas metodologias e práticas pedagógicas, mas que na hora de lutar pelos seus direitos e dos colegas tira o corpo fora; 
O segundo seria o professor guerreiro, lutador, politizado que participa dos movimentos sindicais em prol da educação, mas que quando chega à sala de aula é um fiasco. Não há dinamismo, suas aulas são enfadonhas, os golpes da realidade política servem como álibi para o mau profissionalismo.
Certamente que encontramos em nossas escolas profissionais que se enquadram em ao menos uma das ilustrações. Então a deputada foi feliz e realista em sua colocação? Se a resposta for: Completamente! Podemos passar então a nos conjugar em todos os tempos e modos do verbo ESTAR.
SER professor é ser politizado e pedagógico, lutador e inovador. Tratar questões de gênero, ética, política de forma inter e transdisciplinar contextualizando aos conteúdos propostos. É ESTAR cansado, mas nunca DESENCANTADO. Pois o encanto nada mais é do que a consciência de que se exerce a função mais importante do mundo, cujas práticas de hoje refletirão no cidadão deixado para o amanhã (ainda que governos não reconheçam isso). Não cabe ao professor esperar romanticamente pelo político ideal que nos virá, por piedade, trazer a redenção. Essa classe não pode desejar para si sentimento tão mesquinho. Precisamos, lutamos e queremos RESPEITO.
O SER, tão necessário para a área, independe da função exercida. Você É um professor em seus atos e escolhas, mas você ESTÁ quando não assume postura alguma ou assume apenas uma das duas opções ilustradas. SER é casar os dois gêneros em um único profissional, seja de educação ou não. ESTAR é não se decidir, ser apenas um dos tipos ou, pior, nenhum.
Escolha um dos lados para ESTAR professor ou case os dois na sua nova persona SER. Verás que a realidade passará realmente a mudar quando nós mudarmos o que há de pior em nosso íntimo.